Terça-feira, 3 de Fevereiro de 2015
Entendimento

Certas coisas meu coração até entende em você.

O seu coração obcecado.

O seu amor de farpas.

As suas palavras indelicadas.

O seu querer o meu mal.

O seu destruir a minha identidade.

O seu invadir a minha privacidade.

O seu desejar a minha individualidade.

Mas só uma coisa meu coração não entende em você:

Eu em você.

Antonio Medeiro



Publicado por Antonio Medeiro às 23:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Domingo, 28 de Dezembro de 2014
Êxtase

Tanta coisa a dizer, e ela, surda, contemplava as estrelas dos seus olhos no espelho dos meus olhos apaixonados.

A intrínseca tarde era só um detalhe no momento da minha extasiante perplexidade.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 19:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2014
Amor descompensado
A você que está chegando, não posso prometer nada.
Sou vago, travado, desalinhado, atravessado, atrapalhado.
Não agrado, não afago, não olho de frente, olho de lado.
Quer ficar, fica.
Só não me ame agarrada.
Que de amor descompensado, eu já enchi o saco.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 21:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 7 de Julho de 2014
Suicídio

3 horas foi o tempo que demorei para convencê-la a não pular da ponte.
3 minutos demorei para cair em seus braços.
3 dias demorou para vivermos juntos.
3 anos se passaram e ela se convenceu de uma coisa:
Melhor teria sido pular da ponte; teria sofrido menos.
E ainda não teria a vida inteira pela frente se equilibrando na eterna lembrança do meu coração mentiroso.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:28
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Sexta-feira, 11 de Abril de 2014
Ciúme

Ela jura que eu fiz.

Eu juro que não fiz.

Ela jura que eu fiz.

Eu juro que não fiz.

Ela...

Meu maior erro?

Foi não fazer.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 21:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Sexta-feira, 14 de Março de 2014
Estigma

Ela nunca entendeu a extensão do meu amor sem amarras.

Me deixou porque tinha muita liberdade para ser feliz.

Não entendia amor sem ciúmes.

Amor sem posse.

Amor sem ranhuras.

Amor sem não.

Ela não entendia de amor.

Era só uma mulher perdida nos estigmas do seu coração.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 20:53
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Domingo, 2 de Março de 2014
Pele

Eu disse a ela:

Amor, o meu amor é assim mesmo.

Grandes braços, alma, coração, chave de todas as cadeias.

E ela:

Para que tudo tão grande?

Onde estão as cadeias?

Sou tão sua pele, seus pelos.

O que preciso?

Um arrepio de vez em quando, um triscar dos seus dedos.

O resto é pele na pele.

É simbiose de desejos.

E ponto.

Olhei para ela, pensei...

Melhor, não pensei.

Introspectei-me, dei uma torcida na alma, um aperto no coração...

E a beijei.

Na pele, a pele estremeceu...

E a pele, com a pele, se entendeu.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 10:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2014
Vencimento

E eu que sempre achei que o amor não tinha data de vencimento.

Triste engano.

O dela venceu ontem.

Estou com a ordem de despejo no coração.

E a perplexidade...

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 14:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Domingo, 16 de Fevereiro de 2014
Desmantelo

Colhi uma flor pra ela:

Amarela.

Bico torcido, cara amarrada...

Adora vermelho.

Eu?

De joelhos.

Espinho na carne, sangue, decepção...

Desmantelo.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 10:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 27 de Junho de 2013
Pergunta

Antes dela, eu.

Durante ela, ela.

Depois dela, ?????

(...)

O amor é somente isso?

TõeRoberto


Tags: , , , ,

Publicado por Antonio Medeiro às 16:47
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 30 de Maio de 2013
Fdp

Ingrata?

Não!

Que nome se dá ao amor da vida gente que deixa de ser o amor da vida da gente?

Um...

Só um:

Filho da puta.

E só.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 20:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Terça-feira, 30 de Abril de 2013
Indiferença

Ela não entendeu o meu não.

Sorriu, como se fosse brincadeira.

Nem aí para a minha indiferença.

O amor não tem vergonha...

Degrada.

E enche de mel as palavras amargas.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 22:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 7 de Março de 2013
Dor

Eu juro.

Da sua boca saiu um gemido.

Eu jurei que era amor.

E não era.

Era apenas dor...

A dor do amor...

Com dor.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 18:40
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2012
Relação

Ela nunca entendeu que relação não se discute.

Relação a gente vive...

E mata.

Depois vive de novo...

E mata.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 15:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Sexta-feira, 30 de Novembro de 2012
Encabulado

Encabulado, eu disse a ela:
Não me olhe assim, você me deixa encabulado...
E não tenho na mão nada para esconder a minha reação.
Encabulada, ela olhou para baixo.
E eu vi 2 labaredas de fogo saltar do seu olhar...
E queimar o feroz animalzinho no 1/2 das minhas pernas.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 13:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 29 de Outubro de 2012
Confissão

Dois dias sem te ver foi o suficiente. 

Saí pra rua e arrumei outra. 

Você não era tão importante assim. 

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 09:58
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 10 de Setembro de 2012
Mancha

Eu disse:

Não precisa fugir de mim; sou apenas uma manchinha de nada no seu passado.

Ela sorriu.

Levantou a blusa, mostrou a mancha - enorme cicatriz - bem em cima do coração.

Fiquei sem palavras.

Ela, calada.

E o passado... escancarado.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:52
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 20 de Agosto de 2012

Eu não quero falar o que penso.

Nem ouvir o que você pensa.

Prefiro omitir e fingir.

Acho que o amor é 1/2 frágil.

Não aceita verdades inteiras.

Não sobrevive à sua própria verdade.

Mas não me importo.

A 1/2 verdade me satisfaz.

Sinto-me coerente com ela.

Acho que assim sou mais feliz.

Acho que sofro menos.

Eu aprendi que o amor é um nó.

E é melhor viver atado do que viver só.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 13 de Agosto de 2012
Dói

Amor, por favor!

Eu já lhe disse mil vezes:

Não fale assim comigo.

Dói.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 22:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 6 de Agosto de 2012
Teimosia

Em nome do meu amor por ela, joguei 3 pétalas de rosa vermelha na cama.

Gelei a champanhe.

Coloquei o CD do Trio Los Panchos&Eydie Gorme.

Embebedei-me nas gotas do La Nuit de L'Homme.

Debrucei-me na janela, esperei.

Esperei...

Esperei...

Esperei...

Amanhã espero novamente.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 30 de Julho de 2012
Circunlóquio

Eu e você?

A perfeita simbiose entre amor e ódio.

Preciso dizer mais...

Ou basta o circunlóquio?

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 23 de Julho de 2012
Aranha

2 dedos de prosa, cama.

Fuc fuc fuc.

Fui...

O vazio do quarto.

No teto, a aranha tece a teia.

O coração, alimento.

Eu, frio.

Silêncio.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Terça-feira, 17 de Julho de 2012
Coceira

Coceirinha no cotovelo.

Nos cornos.

Na alma.

No coração.

No 1/2 das pernas.

Sarna?

Pior!

Amor recolhido.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Terça-feira, 10 de Julho de 2012
Diversão

Para não deixar dúvidas:

Não conte comigo para o que der e vier.

Só assumo o que der.

O que vier você assume.

E esquece o meu nome.

O amor não me compraz.

É apenas diversão sem comprometimento.

Nada mais.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 2 de Julho de 2012
3 vidas

Eu juro.

Eu já tive 3 vidas:

1) - Antes dela.

2) - Com ela

3) - Depois dela.

Ou melhor:

2 vidas.

Porque com ela não foi vida.

Foi estado de vida latente.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 25 de Junho de 2012
Doidura

Confesso:

Eu sempre fui doido por essa mulher, mas sempre morri de medo dela.

Ela?

Areia demais pro meu caminhãozinho.

Solução?

Passei a amá-la na solidão do banheiro.

7 dias por semana.

30 dias por mês

365 dias por ano.

Manhã, tarde, noite.

Faça chuva ou faça sol.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 18 de Junho de 2012
O grande amor

O grande amor amanheceu tristonho.

Olhou-me nos olhos e disse:

Não posso mais fazer isso.

Isso o quê?, perguntei.

Pensar em outro quando estou com você.

Mas eu também penso em outra quando estou com você, respondi.

(...)

A panela passou zunindo na minha cara.

O copo acertou-me a testa.

E o grande amor desandou na manhã de domingo.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 21:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 11 de Junho de 2012
Amor é bom

Amor é bom de qualquer maneira.

A 1, 2, 3, 4, 5...

Dezenas, centenas, milhares.

Mas vá eu explicar isso a ela.

Que só quer amor a 2 se for 1 só.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 4 de Junho de 2012
Ruína

Acho que acordei um pouco tarde.

15 anos dormindo sem perceber o tamanho da minha ruína.

Aqui confesso:

Por mais bela e empolgante que você seja, não merece um pedaço tão grande da minha liberdade.

Amar e voar é para poucos.

A maioria perde o desejo de ser livre...

E dorme.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Terça-feira, 29 de Maio de 2012
Botão vermelho

Ele disse a ela:

Você é o amor de uma única vida, a minha.

Se você não for minha, não será de ninguém.

Ela deu de ombros, soltou a gargalhada.

Ele, atingido mortalmente no coração, apertou o botão vermelho e destruiu o planeta.

O amor se fez em poeira cósmica.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:56
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

Terça-feira, 22 de Maio de 2012
Passarinho ferido

Assumo:

Eu não podia mais dar asas àquela mulher.

Ela voava tão alto que eu não conseguia alcançar a sua liberdade.

Desesperado, cortei as suas asas, murei as portas do seu coração, fechei as janelas da sua alma.

Aos poucos ela foi perdendo o ritmo, a vivacidade.

Foi se transformando no que eu gosto.

E, hoje, o que restou dela está no tanque lavando as minhas cuecas...

Com um ar de passarinho ferido no rosto.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 23:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Amor de fato é pássaro, não carrapato.
Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


Posts recentes

Entendimento

Êxtase

Amor descompensado

Suicídio

Ciúme

Estigma

Pele

Arquivos

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Pesquisar neste blog
 
Ult. comentários
"louco por amor" foi o que me passou pela cabeça!
por acaso é mesmo!mas só pra ver por fora :) hahah...
Bom dia. É um belo teatro, não é?
olabem, tá muito boa essa apresentação breve ao am...
"Se voce me amasse, você me amava." Diga-se, talv...
Mais comentados
6 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
Links
Tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds