Sexta-feira, 14 de Março de 2014
Estigma

Ela nunca entendeu a extensão do meu amor sem amarras.

Me deixou porque tinha muita liberdade para ser feliz.

Não entendia amor sem ciúmes.

Amor sem posse.

Amor sem ranhuras.

Amor sem não.

Ela não entendia de amor.

Era só uma mulher perdida nos estigmas do seu coração.

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 20:53
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 20 de Agosto de 2010
Que coisa!

Que coisa é o amor, meu amor!

1 momento de delicadeza, 1 eternidade de lirismo.

1 segundo de indiferença, 2 eternidades de carências.

1 pedacinho de carinho, 3 eternidades de certezas.

1 dedinho de distância, 4 eternidades de ciúmes.

Até aí tudo bem!

Mas nunca - nunca mesmo! - fique magoada, meu amor!

A mágoa faz mal pra pele.

Altera o trato urinário.

Faz comer de mais... ou de menos.

Te deixa feia por dentro.

Te aniquila.

E o pior:

Não tem cura.

E com amor ou sem amor dói a vida inteira.



Publicado por Antonio Medeiro às 10:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 26 de Março de 2009
HILZEMEIRE MÁRCIA

Querida Hilzemeire:

Hoje não vou dormir em casa.

Fui convidado para uma balada na casa de Marcinha Laura.

Pena você morrer de ciúmes dela.

E ela não gostar de você.

De lá, vamos a uma boate.

De manhã, vamos tomar banho pelados em Tabatinga.

Acho que é só!

Não me espere.

Dorme tranquila!

(...)

Te amo!

PS:

Você não vai ficar zangada, vai?
.
TõeRoberto-post in férias por aí/br


Música: Variada

Publicado por Antonio Medeiro às 05:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 9 de Dezembro de 2008
TAYANNE GRIZZ

A 1ª companheira que tive, Tayanne, gostava de ficar deitada nua, bebericando, ouvindo os meus poemas.

A 2ª tinha ciúmes dos meus poemas.

Antes de colocá-los no mundo, eu tinha que mostrá-los a ela.

A 3ª gostava de sentar-se no meu colo, transando, olhando nos meus olhos e ouvindo os meus poemas.

A 4ª via nos meus poemas um divisor de águas.

Achava que os meus poemas atrapalhavam a nossa relação.

A 5ª, quando descobriu que eu era poeta - escondi dela - achou que eu fosse viado e me abandonou.

A 6ª exigia que eu escrevesse um poema para ela todas as semanas.

A 7ª, você - Tayanne - gostou dos meus poemas durante sete meses.

Lembra-se?

Até que você descobriu um poema que eu fiz para a 3ª e botou fogo em tudo.

E ainda hoje, você fica arrepiada só de pensar que eu posso escrever um poema.

Seja que poema for.

Pra quem for!

Fazer o quê?

Você manda, meu amor!

Vamos deixar a poesia pra lá.

E vamos continuar a fazer o que melhor fazemos.

Fuder!!!

Porque sexo - não tem nem comparação - é muito melhor que poesia!

E também arrepia!

.
TõeRoberto-post in jampa/pb


Música: Homem com H - Ney Matogrosso

Publicado por Antonio Medeiro às 07:05
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 9 de Agosto de 2008
ALÉXIA PAULETTI

- Ah, Aléxia Pauletti, imagina um mundo onde existisse só eu e você!

- Ninguém pra você ter ciúmes.

- Pra você desconfiar.

- Pra você se encarnar.

- Aí, sim, nós seríamos felizes pra sempre!

- Isto se não existissem os seus sonhos!

- Onde estou sempre pronto pra cair nos braços da outra.

- Pra beijar a boca da outra.

- Ser o amor da outra.

- Esses seus sonhos, Aléxia, meus verdadeiros pesadelos quando amanhece o dia!

- Quando, na ponta da sua língua, eu pago - a peso de palavras duras - todas as minhas traições noturnas.
.
(Fonte: Texto - Autoria de TõeRoberto)
Post in Jampa/PB



Publicado por Antonio Medeiro às 06:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Amor de fato é pássaro, não carrapato.
Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


Posts recentes

Estigma

Que coisa!

HILZEMEIRE MÁRCIA

TAYANNE GRIZZ

ALÉXIA PAULETTI

Arquivos

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Pesquisar neste blog
 
Ult. comentários
"louco por amor" foi o que me passou pela cabeça!
por acaso é mesmo!mas só pra ver por fora :) hahah...
Bom dia. É um belo teatro, não é?
olabem, tá muito boa essa apresentação breve ao am...
"Se voce me amasse, você me amava." Diga-se, talv...
Links
Tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds