Sexta-feira, 24 de Dezembro de 2010
Hemorragia

Não fique aí parada, faça alguma coisa!

O meu coração está sangrando.

Hemorragia mortal.

Pegue o fio da sua indiferença e alinhave com urgência a minha ferida.

E com o seu ato de caridade pague todos os seus pecados.

E saia da minha vida com a cabeça erguida.

E me deixe aqui soluçando a sua falta.

Que não é falta, é ausência visceral, navalha afiada.

Cicatriz antecipada.

A dor que ainda vai doer.



Publicado por Antonio Medeiro às 10:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 18 de Outubro de 2008
SELISA DALMA

Deixa de ser hipócrita, Selisa!

Vai me dizer que nunca viajou numa fantasiazinha apimentada?

Uma surubazinha, um amorzinho a 3... ou 4!

Homem, mulher, homem; mulher, homem, mulher; homem, mulher, homem, mulher, ou...

Deixa de viadagem, mulher!

Todo mundo tem seus segredinhos... seus pecadinhos guardados a 7 chaves.

A orgia, a putaria, a sacanagem... a liberdade são inerentes à alma.

Às almas reclusas, tímidas, assustadas, reprimidas... e às livres.

Liberta esta puta maravilhosa que mora dentro de você.

E vamos ao prazer!

Ao êxtase!

Esbórnia é o nosso nome!

Bem-vindos à cama!

E, por favor, tragam as suas camisinhas!

Um vinhozinho gelado!

Que a noite vai ser de foder!
.
(Fonte: Texto - Autoria de TõeRoberto)
Post in Jampa/PB


Música: A noite Do Prazer - Ana Carolina&Cássia Eller

Publicado por Antonio Medeiro às 04:10
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2008
XARITA LÉIA

- Ah, Xarita Léia, eu reconheço: mudei muito!

- Não sou nem sombra daquele homem romântico, apaixonado e dedicado a você 24 horas por dia.

- Concordo, tirei a máscara de 'homem apaixonado' e assumi a minha real personalidade: macho pra caralho!

- Comigo agora é assim: escreveu não leu, o pau comeu!

- Também pudera, Xarita!

- A primeira vez que a vi você era a mais angelical das criaturas de Deus.

- Nem pensar na serpente que tentou Eva, no Jardim do Éden, transfigurada em anjo.

- Que nos últimos 15 anos viveu enrolada no meu coração apaixonado... e cego.

- E me tentou de tal maneira que me fez cometer o maior de todos os pecados: desperdiçar a vida.

- E, de quebra, me fez engolir todos os sapos do mundo.

- Em silêncio!
.
(Fonte: Texto - Autoria de TõeRoberto)
Post in Jampa/PB



Publicado por Antonio Medeiro às 05:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Amor de fato é pássaro, não carrapato.
Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


Posts recentes

Hemorragia

SELISA DALMA

XARITA LÉIA

Arquivos

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Pesquisar neste blog
 
Ult. comentários
"louco por amor" foi o que me passou pela cabeça!
por acaso é mesmo!mas só pra ver por fora :) hahah...
Bom dia. É um belo teatro, não é?
olabem, tá muito boa essa apresentação breve ao am...
"Se voce me amasse, você me amava." Diga-se, talv...
Mais comentados
1 comentário
Links
Tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds