Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009
PAULA TÚLIA

Apesar de tudo, Paula, se eu fosse compor uma música pra você seria Carinhoso, do Pixinguinha!

Assim:

 

"Meu coração, não sei por quê

Bate feliz quando te vê

E os meus olhos ficam sorrindo

E pelas ruas vão te seguindo

Mas mesmo assim foges de mim."

 

Por quê?

Ora!

É porque, apesar de tudo, eu sou o teu amor, você é o meu amor.

E com todas as qualidades e defeitos.

E todas as alegrias e tristezas.

Você ainda é o melhor poema que eu escrevi na minha vida.

O meu melhor arrepio.

O meu melhor momento.

E, através do Pixinguinha, a minha melhor canção.

Para sempre!

Um abraço!

Um beijo!

Te amo!

Pra caralho!
.
TõeRoberto-post in jampa/pb


Música: Variada

Publicado por Antonio Medeiro às 05:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 9 de Dezembro de 2008
TAYANNE GRIZZ

A 1ª companheira que tive, Tayanne, gostava de ficar deitada nua, bebericando, ouvindo os meus poemas.

A 2ª tinha ciúmes dos meus poemas.

Antes de colocá-los no mundo, eu tinha que mostrá-los a ela.

A 3ª gostava de sentar-se no meu colo, transando, olhando nos meus olhos e ouvindo os meus poemas.

A 4ª via nos meus poemas um divisor de águas.

Achava que os meus poemas atrapalhavam a nossa relação.

A 5ª, quando descobriu que eu era poeta - escondi dela - achou que eu fosse viado e me abandonou.

A 6ª exigia que eu escrevesse um poema para ela todas as semanas.

A 7ª, você - Tayanne - gostou dos meus poemas durante sete meses.

Lembra-se?

Até que você descobriu um poema que eu fiz para a 3ª e botou fogo em tudo.

E ainda hoje, você fica arrepiada só de pensar que eu posso escrever um poema.

Seja que poema for.

Pra quem for!

Fazer o quê?

Você manda, meu amor!

Vamos deixar a poesia pra lá.

E vamos continuar a fazer o que melhor fazemos.

Fuder!!!

Porque sexo - não tem nem comparação - é muito melhor que poesia!

E também arrepia!

.
TõeRoberto-post in jampa/pb


Música: Homem com H - Ney Matogrosso

Publicado por Antonio Medeiro às 07:05
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008
KUYRA GRACINHA

Fernando Pessoa, no poema "Tenho Dó Das Estrelas", diz:

 

"Tenho dó das estrelas
Luzindo há tanto tempo,
Há tanto tempo...
Tenho dó delas.

 

Não haverá um cansaço
Das coisas
De todas as coisas,
Como das pernas, ou de um braço?"

 

Parodiando:

 

Tenho dó de nós dois
Amando há tanto tempo,
Há tanto tempo...
Tenho dó de nós dois.

 

Não haverá um cansaço
Do amor
De todos os amores,
Como do meu, ou do seu?

 

Confesso: lembrei-me do poema porque amanheci cansado... muito cansado!

E não vejo a hora de a noite chegar pra eu cair no sono.

E esquecer, Kuyra, como o amor, às vezes, é  enfadonhamente intransigente!

E chato!!!
.
(Fonte: Texto - Autoria de TõeRoberto)
Post in Jampa/PB


Música: Mentiras - Adriana Calcanhoto

Publicado por Antonio Medeiro às 04:49
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008
UESLY DIOLINA

- Ah, Uesly Diolina, quando estou sem assunto penso em você!

- Às vezes escrevo um poema, outras vezes bato com a cabeça na parede.

- E vivo, Uesly, nessa lengalenga!

- É uma merda, porque depois de você eu fiquei completamente sem assunto.

- E, entre um poema e outro, eu vou arrebentando paredes.

- E sabe?

- Tô até pensando em montar uma empresa de demolição.
.
(Fonte: Texto - Autoria de TõeRoberto)
Post in Jampa/PB


Música: Espumas Ao Vento - Trio Forrozão

Publicado por Antonio Medeiro às 04:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 24 de Fevereiro de 2008
GERVÁSIA ANTÔNIA

- Ah, Gervásia Antônia, é bem provável que, antes de o sol se pôr, eu não esteja mais aqui!

- Mas se eu for eu lhe deixo um bilhete, um poema... um romance!

- Se eu for eu lhe deixo um castelo... nem que seja de cartas!

- Ah, Gervásia, eternas saudades do seu girassol entreaberto!  
.
(Fonte: Texto - Autoria de TõeRoberto)
Post in João Pessoa/PB



Publicado por Antonio Medeiro às 06:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008
DEUSARINA JUDITH

- Ah, Deusarina Judith, ainda vou escrever um poema pra você!

- Mas não um poema qualquer, um poema singular.

- Eu quero um poema plural, um poema infinitamente maior que qualquer poema escrito.

- Um poema ímpar!

- Um poema onde as palavras não existem, e sua beleza está em não dizê-lo.

- Quero, Deusarina, colocá-la no centro da sua leveza e, em assim sendo, cada vez que eu não pronunciá-lo seu rosto emergirá do silêncio dos versos e se fará, por si só, na metáfora viva do meu intrínseco poema seu.

- E ele escorrerá cristalino na mansa lágrima dos seus olhos amanhecidos.
.
(Fonte: Texto - Autoria de TõeRoberto)
(Post in João Pessoa/PB)



Publicado por Antonio Medeiro às 03:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Amor de fato é pássaro, não carrapato.
Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


Posts recentes

PAULA TÚLIA

TAYANNE GRIZZ

KUYRA GRACINHA

UESLY DIOLINA

GERVÁSIA ANTÔNIA

DEUSARINA JUDITH

Arquivos

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Pesquisar neste blog
 
Ult. comentários
"louco por amor" foi o que me passou pela cabeça!
por acaso é mesmo!mas só pra ver por fora :) hahah...
Bom dia. É um belo teatro, não é?
olabem, tá muito boa essa apresentação breve ao am...
"Se voce me amasse, você me amava." Diga-se, talv...
Links
Tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds