Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011
Abandono

Naquela tarde, depois de 17 anos, ela saiu da minha vida.

Perplexo, li o bilhete na porta da geladeira:

Não sofra! desde o 1º dia que te vi, nunca te amei.

Foi ruim enquanto durou.

Não me procure; eu nunca existi para você.

Tenha uma boa vida ao lado da tua chatice.

Um dedo para você.

Tchau!

TõeRoberto



Publicado por Antonio Medeiro às 00:26
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2010
Derrota

No que pisquei, senti a bofetada.

Ouvi o choro...

O abrir e fechar da porta do guarda-roupa.

O soluço...

O abrir e fechar da porta da frente.

O barulho do carro...

Depois, silêncio.

O vazio maior que a casa.

O ardumezinho de derrota no lado esquerdo da cara.

O choro...

Uma vontade danada de sair bebendo...

E beber até me matar.



Publicado por Antonio Medeiro às 09:11
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 21 de Maio de 2010
Escolha

Das duas, uma:

Ou ela, ou você.

Pensando bem... ela!

Você?

Já era!

De resto?

Haja merda!



Publicado por Antonio Medeiro às 10:29
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 21 de Junho de 2009
Kásia Simone

Tem uma hora, Kásia, que todos os sensores disparam!

E a gente se vê infeliz.

Percebemos que estamos sendo preparados para o arremate.

O descarte.

O abate!

Perdemos o chão.

Não sabemos onde enfiar as mãos.

Os cigarros triplicam.

Os uísques quadruplicam.

Suamos frio.

Não dormimos.

Perdemos o rumo.

E numa bela tarde a frase infernal: "Precisamos discutir o nosso futuro!"

Ai ferrou!

Azarou.

Azedou.

Lascou.

Fudeu!

É hora de mudar de endereço.

De tempero.

De horário.

De vida.

Ô coisinha chata!
.
TõeRoberto


Música: Variada

Publicado por Antonio Medeiro às 05:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 28 de Abril de 2009
SALVA NINA

Ando 1/2 que pra baixo, Salva!

Tem alguma coisa no ar.

O negócio tá esquisito.

Muito esquisito.

Percebi que não posso te tocar.

Cada hora uma desculpa.

Um gesto dissimulado.

Um distanciamento.

Um sono.

Uma dor de cabeça.

O que tá rolando?

Já passei por isso em outras situações, minha filha!

Eu sendo você.

E só sei de uma coisa:

Quando isto acontece, das duas, uma!

Ou o amor se foi.

Ou tem gente nova na parada.

Ou, às vezes, os dois.

E ai, qual é o babado?

Como é que eu fico?

Rio?

Choro?

Xingo?

Berro?

Ou fico calmo?

Aguardando o trem carregado do "não te amo mais!" me atropelar.

Como se eu fosse um inseto.

Um cão!
.
TõeRoberto-post in férias por aí/br


Música: Variada

Publicado por Antonio Medeiro às 05:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009
PENÉLOPE CARLY

Nada que eu fale, Penélope, adianta!

Malas abertas, roupas na mala!

O cachorro.

O gato.

A minha violeta de estimação.

Meu som da Sony.

Meu notebook HP.

Os meus sonhos.

O meu coração.

A minha vida.

A minha esperança.

Tudo isto numa manhã!

Numa única e solitária manhã!

De janeiro!
.
TõeRoberto-post in jampa/pb


Música: Variada

Publicado por Antonio Medeiro às 05:03
Link do post | Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 2 de Janeiro de 2009
POAMA BEE

Uma coisa fria, Poama, agarrou-se à minha alma!

Um troço triste!

Gelado!

Não pude acreditar!

Um olhar!

Um único olhar seu!

Congelou meu coração.

As duas asas da alma.

A minha paixão perfeita.

O meu amor singular.
.
TõeRoberto-post in jampa/pb


Música: Corsário - João Bosco

Publicado por Antonio Medeiro às 05:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 11 de Novembro de 2008
QUIGELA LAÉRCIA

Possivelmente, Quigela, amanhã, quando você acordar, eu não estarei mais aqui.

Não queria que fosse assim!

As crianças dormem.

Um juiz pode ser uma coisa detestável.

O que o safado pode entender da minha relação com meus filhos para afastá-los de mim?

Mas é a vida!...

Treze anos de sociedade afetiva para o ralo.

Eu preciso criar juízo.

Colocar os pés no chão.

Quem sabe na próxima!...
.
(Fonte: Texto - Autoria de TõeRoberto)
Post in Jampa/PB


Música: Coração Leviano - Paulinho da Viola

Publicado por Antonio Medeiro às 05:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Amor de fato é pássaro, não carrapato.
Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


Posts recentes

Abandono

Derrota

Escolha

Kásia Simone

SALVA NINA

PENÉLOPE CARLY

POAMA BEE

Arquivos

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Pesquisar neste blog
 
Ult. comentários
"louco por amor" foi o que me passou pela cabeça!
por acaso é mesmo!mas só pra ver por fora :) hahah...
Bom dia. É um belo teatro, não é?
olabem, tá muito boa essa apresentação breve ao am...
"Se voce me amasse, você me amava." Diga-se, talv...
Mais comentados
3 comentários
1 comentário
Links
Tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds